Casa Civil faz 'caça às bruxas' para achar 'espião' do dossiê FHC

Comissão de sindicância criada por Dilma para apurar vazamento ouve servidores e a desconfiança é generalizada

Tânia Monteiro, de O Estado de S. Paulo,

03 de abril de 2008 | 20h11

O clima de terror e suspeição tomou conta do quarto andar do Planalto, onde se concentra o maior número de funcionários ligados à Casa Civil, e onde despacharia o suposto "infiltrado" que teria subtraído documentos sobre os gastos do governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e montado o tal dossiê, que acabou nas mãos da imprensa e da oposição. A comissão de sindicância criada pela ministra Dilma Rousseff para descobrir o "espião" está trabalhando, ouvindo servidores e a desconfiança é generalizada.   Veja também:   Veja o dossiê com dados do ex-presidente FHC   Garibaldi lerá na 3ª pedido que cria CPI só no Senado  Oposição vai questionar Dilma sobre dossiê contra FHC em comissão 'Governo distribuiu dossiê sem deixar rastro', diz Dias Oposição fecha o cerco e pressiona por CPI só no Senado Apenas uma convocação é aprovada na CPI dos Cartões CPI terá dados que complicam ministros de Lula e FHC Documento do TCU não sustenta versão sobre 'banco de dados' CPI dos cartões: quem ganha e quem perde?  Entenda a crise dos cartões corporativos      Os principais suspeitos são servidores que trabalham desde o governo anterior no Palácio do Planalto, que não são poucos. Dois nomes de servidores com DAS (cargo em comissão) ganharam os corredores, mas, a cada momento, uma nova desconfiança acende. Segundo relatos de funcionários, o clima é de caça às bruxas.   Segundo a assessoria da Casa Civil os integrantes da comissão de sindicância estão trabalhando "em seu ritmo normal", ouvindo as pessoas e não apresentarão nenhum balanço prévio das investigações. A idéia é só apresentar uma conclusão dos trabalhos. Nesta quinta-feira, o próprio ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, reconheceu que "há um clima de insatisfação". Na opinião do ministro, "nada pior do que um clima de suspeição".      

Tudo o que sabemos sobre:
Casa CivilDilma Rousseffdossiê FHC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.