Casa Branca mantém todos os registros de visitantes

O serviço secreto americano mantém um registro geral de todos os visitantes da Casa Branca. Esse registro inclui a lista das pessoas que estiveram com o presidente e seus principais auxiliares, como o chefe de gabinete (equivalente ao ministro da Casa Civil), e também os vídeos das câmeras de segurança. No fim do mandato, parte dos registros é transferida para as bibliotecas presidenciais e para o Arquivo Nacional, e passam a integrar o patrimônio histórico.Portanto, nos Estados Unidos, a Casa Branca não poderia alegar que não tem mais imagens ou registros de visitantes do ano passado. Essa foi a justificativa do Planalto, que disse ter apagado o vídeo da data em que a ex-secretária da Receita Federal, Lina Vieira, afirmou ter estado com a ministra Dilma Rousseff.Nos Estados Unidos, a imprensa ou o Congresso também teriam dificuldades para ter acesso às informações de quem esteve na Casa Branca. Desde o governo George W. Bush, os registros passaram a ser secretos. O governo Obama, apesar de prometer transparência, manteve a medida. Uma organização de defesa de ética, Citizens for Responsibility and Ethics in Washington (Crew), entrou na Justiça pedindo que os registros voltem a ser cobertos pela Lei de Liberdade de Informação e, dessa maneira, divulgados ao público diante de pedidos na Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.