Carvalho rebate Aécio e diz que Dilma não deve desculpas sobre Bolsa Família

Ministro defende atuação da presidente no caso: 'Ela teve todo cuidado de determinar a investigação do assunto'

Rafael Moraes Moura - O Estado de S. Paulo

29 de maio de 2013 | 11h25

Brasília - O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, disse nesta quarta-feira, 29, que a presidente Dilma Rousseff não deve desculpas sobre o caso Bolsa Família. O comentário foi uma resposta ao senador tucano Aécio Neves (PSDB-MG), que afirmou nessa terça, 28, que Dilma devia desculpas pelo fato de o governo ter omitido informações sobre a antecipação de pagamentos do programa.

 

"Não vejo razão nenhuma para desculpa. A presidenta não fez nenhuma ilação, a presidenta teve todo cuidado de determinar a investigação do assunto. Eu acho que ela agiu de maneira muito adequada", afirmou Carvalho, após participar de evento no Palácio do Buriti, em Brasília. "Não há da parte da presidenta nenhuma atitude que possa levá-la a pedir qualquer desculpa."

 

O presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda, e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, admitiram na segunda-feira ter errado ao não dizer desde o início que o dinheiro do programa havia sido liberado antecipadamente para parte dos 13,8 milhões de beneficiários. No dia seguinte à liberação antecipada, em 18 de maio, uma onda de boatos sobre o fim do Bolsa Família levou centenas de pessoas às agências da Caixa em 12 Estados. A Polícia Federal investiga o caso e não descarta que o pânico tenha sido motivado por essa antecipação feita sem aviso prévio.

 

No sábado passado, durante visita à Etiópia para participar das comemorações dos 50 anos da União Africana, a presidente Dilma Rousseff admitiu que pode haver falhas no programa. "Somos humanos, pode ter tido falhas. O que estou dizendo é o seguinte: não é uma falha tópica que explica (a ida de pessoas a agências da Caixa em) 12 Estados", afirmou. "Não há processo que não tenha falhas."

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Bolsa FamíliaGilberto CarvalhoDilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.