Cartórios têm pouca transferência de domicílio eleitoral

Foram registradas em São Paulo algumas confusões em torno da determinação do corregedor-geralda Justiça Eleitoral, ministro Garcia Vieira, que mantém abertos hoje todos os cartórios eleitorais do País para receber o alistamento eleitoral e as transferências de domicílio para quem pretende concorrer às eleições de 2002.Das poucas pessoas que procuraram os cartórios até o começo da tarde, a maioria tem se mostrado confusa em torno da resolução da Justiça Eleitoral. De acordo com um funcionário deum dos 41 cartórios eleitorais da capital paulista, as pessoas não entenderam o teor da resolução e pensavam que hoje seria o último dia para tirar ou transferir seus títulos eleitorais.Para o eleitor comum, a transferência de domicílioeleitoral bem como as solicitações de títulos podem ser feitas durante todo o resto deste ano e no ano que vem, até próximo das eleições. No cartório da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, na Rua Francisca Miquelina, 123, no Centro, das 11h às 13h apenas seis pessoas haviam procurado informações. Em todo o País, os cartórios permanecerão de plantão até as 17 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.