Cartões e economia dominam reunião da coordenação política

Foi apresentado a Lula um relato sobre a situação política no Congresso e sobre o ambiente existente

Tânia Monteiro, de O Estado de S.Paulo

11 de fevereiro de 2008 | 17h42

Dois assuntos dominaram nesta segunda-feira, 11, a reunião do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o grupo que integra a coordenação política do governo: os cartões corporativos e a apresentação de um cenário sobre a economia internacional traçado pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega.   Veja também:   Cronologia da crise dos cartões corporativos   Entenda o que são os cartões corporativos do governo   Após denúncia, governo publica mudanças para cartões Acordo abranda CPI sobre uso de cartão corporativo   Foi apresentado ao presidente Lula um relato sobre a situação política no Congresso e sobre o ambiente existente hoje em torno da disputa travada em torno dos cartões corporativos. Segundo fonte da presidência da República, o presidente Lula está de acordo com a instalação de uma CPI mista no Congresso. Lula afirmou, conforme relato de um dos participantes da reunião, que não tem problema nenhum que a CPI seja instalada e que não tem nada a temer, a esconder em relação a esta discussão dos cartões.   Na reunião, Mantega, que acabou de chegar da Europa, fez uma avaliação sobre o cenário internacional. O ministro demonstrou certeza de que o Brasil não será afetado pela crise internacional porque está com sua economia sólida.A reunião durou cerca de duas horas e meia.   Daqui a pouco o presidente se reúne com os ministros do Meio Ambiente, Marina Silva, da Casa Civil, Dilma Rousseff, e das Relações Institucionais, José Múcio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.