Cartões do Bolsa-Família são encontrados em rua de Petrolina (PE)

Documentos estavam parcialmente queimados; CEF e PF apuram eventual fraude na emissão

estadão.com.br,

19 de outubro de 2011 | 03h07

SÃO PAULO - Cerca de 100 cartões, parte do Bolsa-Família, parte do Cartão Cidadão, foram encontrados, na terça-feira, 18, parcialmente queimados e jogados na Rua Estrela Fênix, no bairro Vila dos Ingás, em Petrolina (PE). No verso de vários dos cartões estavam as senhas, escritas em papel.

 

Os nomes de um policial militar e de uma agricultora aparecem em alguns dos cartões, mas ambos afirmaram não serem beneficiários do programa federal. A Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho de Petrolina é responsável pelo cadastramento dos benefícios. A secretária Tereza Coelho Bezerra de Carvalho afirmou que não recebeu nenhum comunicado oficial da polícia ou do governo federal sobre a situação.

 

Funcionários da Caixa Econômica Federal (CEF) realizaram uma análise preliminar. A instituição afirmou que os cartões já estavam cancelados e portanto não têm validade alguma. A Polícia Federal e a CEF participam da apuração dos dados a fim de indicarem uma eventual fraude no processo de emissão dos cartões.

Tudo o que sabemos sobre:
Bolsa-Famíla, CEF, Petrolina, PF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.