Cartinha vira trunfo dos candidatos em Borá

A única agência local dos Correios virou um trunfo decisivo para os dois candidatos que disputam a prefeitura de Borá, a cidade menos populosa do Brasil, no oeste do Estado, a 485 km de São Paulo. A cidade tem 805 habitantes e 1.071 eleitores. O descompasso entre a população e o eleitorado se justifica, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), porque parte dos votantes mora em outras cidades. São pessoas que deixaram Borá para trabalhar em centros urbanos maiores, mas não transferiram o título de eleitor, já que têm pais ou parentes na cidade. Os candidatos Luiz Carlos Rodrigues (PT), prefeito que tenta a reeleição, e Nelson Celestino (PSDB), ex-prefeito que disputa a prefeitura, têm nas mãos a lista dos eleitores egressos e já mandaram cartinhas. O mesmo foi feito pela maioria dos 44 candidatos que disputam as nove cadeiras da Câmara Municipal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.