Carta de renúncia de Paulo Octávio será lida às 17h

A assessoria do governador em exercício do Distrito Federal, Paulo Octávio, divulgou nesta tarde uma nota com o título "Comunicado de renúncia" informando que a sua carta de renúncia será lida às 17 horas, no plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal. A carta será encaminhada ao presidente da Câmara Legislativa, deputado Wilson Lima.

AE, Agencia Estado

23 Fevereiro 2010 | 16h43

Menos de uma semana após preparar sua carta de renúncia, Paulo Octávio decidiu abrir mão do cargo hoje. Na quinta-feira passada, ele alegou que se manteria no cargo para garantir a governabilidade do DF. Paulo Octávio chegou a dizer que seguia recomendação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o que foi rechaçado em seguida pelo Palácio do Planalto. A intenção inicial de Paulo Octávio era aguardar uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre um pedido de intervenção federal solicitado pela Procuradoria Geral da República e tentar angariar apoio político entre os deputados distritais.

Mais cedo, Paulo Octávio encaminhou sua carta de desfiliação do DEM.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.