Caron: Dnit entregou a Dilma proposta de redução de até R$ 14 bi em obras do PAC

Após demissão, indicado do PT nos Transportes concedeu entrevista para explicar saída

Eduardo Bresciani, do estadão.com.br

22 de julho de 2011 | 19h39

BRASÍLIA - Na coletiva na qual explicou sua saída do cargo de diretor de Infraestrutura Rodoviária do Dnit, Hideraldo Caron afirmou que foi entregue na quinta-feira, 21, a presidente Dilma Rousseff uma proposta de redução de até R$ 14 bilhões no orçamento das obras do órgão dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Ele afirmou que está anunciando sua saída agora justamente porque precisava concluir este trabalho antes.

 

Segundo ele, o orçamento de obras do Dnit no PAC era de cerca de R$ 72 bilhões e agora ficará entre R$ 58 e R$ 60 bilhões. A maior parte dessa redução do orçamento veio com o enxugamento de obras. "Numa determinada obra o projeto prevê a implantação de cinco viadutos, ao invés de cinco faremos dois", explica. Caron afirmou que há também a proposta de retirada de obras do programa, mas que isso ainda não teria sido deliberado por Dilma.

 

O diretor afirma que foi a própria presidente quem pediu a redução com a justificativa de que não teria como pagar o valor orçado pelo órgão. O pedido foi feito em uma reunião no dia 24 de junho.

 

"A presidente observou que o governo não teria como arcar com as obras e o custo que as obras tinham como foi apresentado e solicitou ao Ministério e ao Dnit que fizessem um trabalho no sentido de adequar os planos de obras", disse Caron.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.