Carlos Vogt é o novo presidente da Fapesp

Se a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) perdeu o presidente para a reitoria da Universidade de Campinas (Unicamp), ganhou em retorno um ex-reitor da mesma academia. O lingüista e poeta Carlos Vogt, reitor da Unicamp entre 1990 e 1994, foi o escolhido para substituir Carlos Henrique de Brito Cruz na cadeira de presidente da Fapesp. Seu nome foi selecionado com unanimidade pelo Conselho Superior da fundação, do qual fazia parte, e aprovado pelo governador Geraldo Alckmin.?Quando entrei para o conselho, em setembro de 2001, e a oportunidade de assumir a presidência da instituição surgiu, eu a considerei fortemente?, disse Vogt, de 59 anos.Brito Cruz, que dirigiu a Fapesp pelos últimos seis anos, foi eleito reitor da Unicamp em março e deixou a fundação no início do mês.Vogt foi escolhido a partir de uma lista tríplice, formada com o historiador José Jobson de Andrade Arruda e pelo físico Nilson Dias Vieira. A nomeação foi publicada quinta-feira no Diário Oficial do Estado. Ao contrário de situações que já enfrentou em outras instituições, Vogt assume a presidência da Fapesp em condição privilegiada. A fundação acaba de completar 40 anos e passa por uma fase de crescente prestígio nacional e internacional, no comando de alguns dos maiores projetos de pesquisa do País. ?Meu maior desafio será manter o padrão elevado de qualidade e excelência das diretorias passadas?, disse Vogt. ?A Fapesp tem problemas como qualquer instituição, mas são problemas de nível muito sofisticado, que exigem uma atuação refinada.?Uma das prioridades, acrescentou, será manter o equilíbrio dos investimentos em pesquisa básica, bolsas e pesquisa aplicada. ?Todo mundo sabe que não há desenvolvimento tecnológico sem a formação de competência em ciências básicas.?Além de professor titular da Unicamp, Vogt é coordenador do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor) e vice-presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Também é editor-chefe da revista Ciência e Cultura, da SBPC, e diretor de redação da ComCiência, revista eletrônica de jornalismo científico.

Agencia Estado,

18 de junho de 2002 | 20h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.