Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Cargos para Eletrobras não serão anunciados nesta segunda

Ministro de Minas e Energia, Édison Lobão, diz que quer anunciar todos os nomes de uma vez

Tânia Monteiro, de O Estado de S.Paulo

25 de fevereiro de 2008 | 16h29

O Ministro das Minas e Energia, Édison Lobão, disse  que não serão anunciados nesta segunda-feira, 25, os nomes para os cargos para o setor elétrico, como estava previsto. "Nós já temos quase tudo equacionado, faltando apenas alguns poucos nomes. O problema é que nós desejamos anunciar todos os nomes de uma só vez. Como são muitos, alguns ficam para trás e eu estou no convencimento de que dentro de poucos dias teremos a solução definitiva", declarou Lobão, ao salientar que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva repassou a ele a responsabilidade de definição dos nomes.   "Realmente tem sido dados prazos que não foram cumpridos. Mas o presidente deferiu a mim um poder de decidir e é o que eu vou fazer, dentro de muito pouco tempo", disse o ministro, sem querer falar em novo prazo. Com isso, o assunto não será tratado na reunião que acontece agora com o presidente Lula, no Planalto. O encontro tem como objetivo, discutir o atraso nas obras do programa Luz para todos nos estados de Acre, Amazonas, Alagoas, Rondônia, Roraima e Piauí.   Questionado se o ex-presidente e senador José Sarney e sua filha, a senadora Roseana Sarney estavam se licenciando do Congresso por estarem insatisfeito com a distribuição de cargos no setor elétrico, Lobão descartou e negou que haja qualquer tipo de insatisfação dentro do PMDB por causa das nomeações para o setor elétrico. "Quanto a isso, posso responder a vocês com segurança. Não há nenhuma insatisfação (no PMDB) e quem vai decidir (sobre os cargos ) sou eu", declarou ele.   Em relação a Sarney e Roseana, Lobão disse que eles não estão insatisfeitos. "Não estão (insatisfeitos). Ambos são muito solidários com o governo. Não há nenhum problema deles com o presidente da República e nem o governo de um modo geral. Roseana, inclusive é líder do governo, ela está solidária e trabalha pelo governo. E o Sarney ajuda, aliás, poucos ajudam tanto quanto ele. Portanto, não há nenhum problema de natureza política com ele", assegurou o ministro Lobão, tentando minimizar a polêmica sobre cargos.   Entre os cargos cobiçados estão presidência da Eletrobrás e Eletronorte, diretorias administrativa, de engenharia, de projetos especiais e financeira da Eletrobrás, além da diretoria internacional da Petrobrás.

Tudo o que sabemos sobre:
Eletrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.