Cardozo: presidente quer investigação com transparência

O Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou neste sábado, 15, que o governo tem dado e dará todo apoio às investigações da Operação Lava Jato. Em coletiva de imprensa nesta manhã, em São Paulo, ele disse ainda que a orientação da presidente Dilma Rousseff é a de investigar com absoluta transparência. Cardozo reforçou ainda que a orientação do Ministério para a Política Federal, que conduz as operações, é investigar tudo o que há de irregular.

TÁSSIA KASTNER,, Estadão Conteúdo

15 de novembro de 2014 | 16h49

O ministro também criticou o uso político da investigação por partidos de oposição. "Há aqueles que ainda acham que estamos em uma disputa eleitoral", disse. Ele reforçou que repele a tentativa de politizar a ação da Polícia Federal. "Encerradas as eleições, o País está sendo conduzido rigorosamente dentro da lei", complementou.

Cardozo afirmou ainda que o governo não aceitará nenhum tipo de colocação que tente desviar o foco das investigações. Sobre alguns dos envolvidos na investigação serem ligados ao Partido dos Trabalhadores, ele reforçou que não importa se quem é envolvido é ligado ao governo ou à oposição. "Falo isso para repelir com veemência tentativa de construir terceiro turno eleitoral", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.