Cardozo: panelaços são um direito da população

Ministro da Justiça, ao lado do Secretário-Geral da Presidência, Miguel Rosseto, afirma que manifestações são direito democrático

Lisandra Paraguassu e Adriana Fernandes,

15 de março de 2015 | 20h46

Confrontado com um "panelaço" em várias partes do País quando as tevês transmitiam ao vivo suas entrevistas, os ministros da Justiça, José Eduardo Cardoso, e da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rosseto, afirmaram que as manifestações são democráticas e um direito da população.

"É uma manifestação democrática. As pessoas tem direto de fazer isso. Não é porque é critica ao governo que não vamos respeitar. Como temos que respeitar também todas as de apoio. Democracia é isso." Cardoso afirmou que há resquícios de uma "cultura construída na ditadura" que tem dificuldade ainda de lidar com posições opostas, mas que o governo de Dilma Rousseff é para 200 milhões de pessoas, "as que aplaudem e as que criticam".

"Temos um governo profundamente democrático em que se respeita as pessoas que batem panela e as que aplaudem. Temos que dialogar com todos", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
protestosDilma RousseffCardozo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.