DIDA SAMPAIO/ESTADAO
DIDA SAMPAIO/ESTADAO

Cardozo diz que há 'muita especulação', sobre encontro de Costa com Lula

Ministro da Justiça minimizou impacto do encontro entre o ex-presidente e o ex-diretor da estatal no rumo das investigações

Talita Fernandes, O Estado de S. Paulo

08 de junho de 2015 | 17h31

Brasília - O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse nesta segunda-feira, 8, que "há muita especulação" sobre o encontro do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, um dos delatores da Operação Lava Jato, às vésperas da compra da refinaria de Pasadena pela estatal, em 2006. 

"Nessa hora há muita especulação que não leva a nada", disse o ministro, minimizando o impacto do encontro no rumo das investigações. "Acho que esse tipo de situação por óbvio não traz nada", respondeu Cardozo a ser questionado sobre o tema durante lançamento de uma consulta pública sobre corrupção.

Em matéria publicada na última sexta-feira, 6, o jornal O Estado de S. Paulo mostrou documento que revela encontro de Lula com Costa em Brasília, 31 dias antes de a Petrobras efetuar a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. A compra da refinaria é alvo de investigações e provocou um prejuízo de R$ 792 milhões aos cofres públicos, segundo relatório do Tribunal de Contas da União (TCU).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.