Capital paulista teve panelaço durante pronunciamento de ministros

Enquanto os ministros José Eduardo Cardozo, da Justiça, e Miguel Rossetto, chefe da Secretaria-Geral da Presidência, dão entrevista coletiva neste domingo (15) sobre as manifestações, panelaços são ouvidos em na região da Avenida Paulista e no Centro da capital paulista.

Estadão Conteúdo

15 de março de 2015 | 19h46

No Rio, pelo menos seis bairros da zona sul do Rio e em Niterói, na região metropolitana também tinham registro de panelaço.

Em Ipanema, o barulho durou pelo menos 20 minutos. Uma moradora da Rua Bulhões de Carvalho, que preferiu não ter o nome identificado, relatou ao jornal O Estado de S.Paulo que "várias pessoas" foram às janelas batendo panelas. Também foram ouvidas manifestações com panelas em Copacabana, Lagoa, Humaitá, Gávea e Jardim Botânico.

Em alguns bairros de Fortaleza, também são ouvidos vaiaços e panelaços no momento dos pronunciamentos.

Tudo o que sabemos sobre:
protestosDilma RousseffpanelaçoSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.