Cantor e humorista Falcão diz não ter vocação política

O cantor Marcondes Falcão Maia, mais conhecido como Falcão, disse hoje que diferente do deputado federal Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca, não tem pretensões políticas. O também humorista reconheceu não ter vocação política, e disse acreditar que Tiririca pode até "surpreender" na vida pública. "Eu não tenho a menor vocação política", admitiu, em entrevista dada no camarote oficial da Prefeitura de São Paulo, no Sambódromo do Anhembi.

GUSTAVO URIBE, Agência Estado

05 de março de 2011 | 00h38

De acordo com Falcão, o deputado federal deve ter atuação melhor do que outros parlamentares que passaram pela Câmara dos Deputados. "Pode até ser que ele surpreenda, mas melhor do que muito ''fuleiragem'' que passou por ali, eu acho que ele será".

O cantor comentou também a provável saída do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, do DEM. "O importante é ele ser prefeito bom, o partido dele nem é importante, eu nem sei qual é o partido dele", admitiu, entre risos. "Se ele conseguir ser um bom prefeito, palma para ele", acrescentou.

O primeiro ministro do Timor Leste, Xanana Gusmão, chegou há pouco ao camarote oficial do governo de São Paulo. A autoridade chegou acompanhada do governador paulista, Geraldo Alckmin, com quem jantou na noite de hoje. O premiê disse ter ficado encantado com o carnaval de São Paulo e antecipou que pretende voltar mais vezes ao Brasil para celebrar a festa.

Mais conteúdo sobre:
Carnaval 2011FalcãoTiririca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.