Canteiro de obras de hidrelétrica é invadido

A Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) Energia confirmou hoje que o canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Campos Novos, projeto sob responsabilidade da Campos Novos Energia S.A Enercan, foi invadido por integrantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) na última terça-feira. Trata-se da segunda ação de ocupação ilegal da área promovida pelo MAB nos últimos três meses, segundo a direção da CPFL. A ação surpreende, uma vez que não há qualquer assunto pendente ou em atraso nas negociações, diz a empresa. "Informamos que já obtivemos a reintegração de posse, via judicial, da propriedade e, objetivamos ainda o ressarcimento de todos os prejuízos causados", salienta nota da CPFL. A Usina Hidrelétrica Campos Novos, que está sendo implantada desde julho de 2001, no Rio Canoas, na divisa dos Municípios de Campos Novos e Celso Ramos, ambos em Santa Catarina, é um empreendimento com 880 megawates de potência instalada e com investimento de R$ 1,3 bilhão. A previsão de entrada em operação da Usina é janeiro de 2006. O reservatório inundará uma área de 25 quilômetros quadrados, envolvendo 357 propriedades e 495 famílias cadastradas.

Agencia Estado,

17 Outubro 2003 | 08h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.