Candiota nega ter conta no MTB Bank

O diretor de Política Monetária do Banco Central, Luiz Augusto de Oliveira Candiota, negou neste domingo, por meio de nota oficial ser titular de conta bancária no MTB Bank, conforme denúncia feita na edição desta semana da revista Isto É. Ele também afirma não ter qualquer empresa offshore e, por este motivo, jamais movimentou contas no exterior por seu intermédio.Candiota admitiu apenas ter conta no Citibank, de Nova York. "A minha conta junto ao Citibank sempre foi declarada e os recursos a ela enviados atenderam as normas legais e regulamentares", diz a nota do BC, assinada pelo diretor. os recursos mantidos por Candiota no Citibank já foram objeto de uma denúnica, no ano passado. Na época, o diretor do BC já havia sustentado sua legalidade. Foi a segunda nota divulgada por Candiota, em dois dias, para responder as denúncias. Na sexta-feira, quando as informações vieram a púbico, ele divulgou comunicado garantindo apenas que nenhuma conduta de sua parte violou a legislação, sem entrar no mérito das denúncias. A nota de hoje foi preparadas para rebater os pontos levantados pela reportagem da revista. Segundo fontes, o diretor passou o sábado em São Paulo reunido com advogados para preparar o documento. Candiota explicou que os recursos movimentados na conta do Citibank de forma legal e regular "decorreram de rendimento provenientes de minhas atividades na iniciativa privada". Antes de assumir o cargo de diretor de Política Monetária do BC, Luiz Augusto Candiota trabalhou no mercado financeiro, tendo ocupado cargos importantes em vários bancos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.