Candidatura de Marina ajuda Serra, diz Freire

O presidente nacional do PPS, Roberto Freire, avaliou ontem que a candidatura de Marina Silva à Presidência pelo PV desestabiliza os planos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de fazer a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) sua sucessora, numa disputa com o principal candidato da oposição José Serra (PSDB). Além disso, considera que ainda abre definitivamente as portas para a candidatura de Ciro Gomes pelo PSB."Marina é problema para o governo. Não só para Dilma, mas para Lula, que estava imaginando que seria uma disputa plebiscitária, tanto que estava empurrando Ciro para São Paulo."Aliado de Serra, Freire reforça desde já a condição de crítico do governo Lula. Para ele, a presença de Marina no pleito acaba com a suposta pretensão que o presidente teria de criar um confronto "Lula contra Serra". Afastado do poder, o pernambucano Freire vai lançar candidatura em 2010 para a Câmara, mas por São Paulo. E assumirá a missão de articulador político da campanha ao governo paulista de Soninha Francine pelo PPS.POSSÍVEL VICEO compositor Gilberto Gil, ex-ministro da Cultura do governo Lula, disse ontem no Rio que se encontrará com a senadora Marina Silva (PT-AC) para conversar sobre sua possível candidatura pelo PV, partido de Gil, à presidência da República e sua transferência de legenda. Disse também que não foi convidado por Marina para ser vice em sua chapa, conforme já foi noticiado. "Eu prefiro dizer a ela se quero ou não. Não quero dizer à imprensa antes. Existe a possibilidade de dizer sim e existe a possibilidade de dizer não."O músico faz parte dos quadros do PV desde fim dos anos 80, quando criou a Fundação Onda Azul. "O PV é um partido pós-moderno, contemporâneo, que talvez seja, do ponto de vista de configuração de ideário, o partido mais interessante que existe hoje no mundo."Na opinião de Gil, a senadora seria um quadro importante "para qualquer partido" e "traz uma postura muito contributiva para o desenvolvimento da vida política brasileira".

Ricardo Brandt e Roberta Pennafort, O Estadao de S.Paulo

18 de agosto de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.