Candidatura de Dilma está enraizada, diz Tarso

O ministro da Justiça, Tarso Genro, considerou natural o resultado da pesquisa CNI/Ibope divulgada esta semana em que o nome da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, aparece com o mesmo índice do deputado Ciro Gomes (PSB-CE), de 14%, em uma das simulações para a disputa presidencial. Tarso lembrou que a ministra reduziu sua exposição pública para tratamento de saúde e observou que Ciro é um nome conhecido no cenário nacional. "A candidatura da ministra Dilma está muito forte, enraizada", avaliou, ao ser questionado sobre os números do levantamento.

SANDRA HAHN, Agencia Estado

25 de setembro de 2009 | 19h16

Tarso reiterou que conversou com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a possibilidade de deixar o cargo em dezembro. O ministro foi escolhido pré-candidato ao governo gaúcho em encontro estadual realizado em julho pelo PT. O presidente ainda não avaliou a questão, disse o ministro, após participar de um encontro fechado à imprensa na Procuradoria Regional da República da 4ª Região. O encontro faz parte do projeto "Dialogando com o Ministério Público Federal", que debate, com convidados, temas de interesse da instituição.

O ministro disse que, até o momento, sua pasta não foi acionada para nenhuma medida relacionada ao abrigo dado ao presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, que está na embaixada brasileira em Tegucigalpa desde segunda-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.