''Candidatura Alckmin é incoerente'', diz Kassab

Prefeito reage a críticas de tucano e afirma que estratégia de enfrentamento eleitoral é ?errada?

Ricardo Brandt, O Estadao de S.Paulo

23 de agosto de 2008 | 00h00

O prefeito e candidato à reeleição, Gilberto Kassab (DEM), partiu para o ataque ontem e disse que a candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) é incoerente e fora de hora. Depois, garantiu que não buscará o enfrentamento em prol de uma campanha propositiva."Estou vendo a candidatura dele perder voto nas pesquisas, porque eu acho a candidatura dele incoerente. É uma candidatura de alguém que está no nosso governo, seu partido é do nosso governo", afirmou o prefeito em debate na Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB).Segundo Kassab, a candidatura de Alckmin "tinha momento certo" para sair. "Não agora, em um governo seu e que vai bem." O prefeito disse ser um "erro" a suposta estratégia identificada pela coordenação de campanha do DEM de que Alckmin esteja "priorizando ataques ao prefeito".PMDBApesar de seu partido integrar a coligação de Kassab, a candidata à Câmara Municipal Lídia Corrêa (PMDB) fez campanha ontem com Marta Suplicy (PT). Numa caminhada em Pirituba, ela disse "respeitar" a decisão da sigla, mas reconheceu que está ao lado de Marta. "Eu estou tocando a minha campanha."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.