Candidatos não podem ser presos a partir de amanhã

A partir deste sábado, nenhum candidato poderá ser detido ou preso, salvo no caso de flagrante delito. A data consta do calendário elaborado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Amanhã também é o último dia para a requisição de funcionários e instalações destinados aos serviços de transporte e alimentação de eleitores no primeiro e eventual segundo turnos de votação. No mesmo dia, deve ser divulgado o quadro geral de percursos e horários programados para o transporte de eleitores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.