Candidatos em MG recebem pesquisa com tranquilidade

Foi com tranquilidade que os candidatos ao governo de Minas Gerais receberam os números da pesquisa Datafolha, divulgados hoje. O ex-ministro Hélio Costa, que concorre pelo PMDB, apareceu em primeiro lugar com 44% das intenções de voto. São 26 pontos percentuais a mais que seu principal adversário, o governador do Estado, Antônio Augusto Anastasia (PSDB). O terceiro e quarto lugares ficaram, respectivamente, com Luiz Carlos (PSol) e Vanessa Portugal (PSTU), ambos com 2%.

JOZANE FALEIRO, Agência Estado

24 Julho 2010 | 18h03

Apontado como favorito, Hélio Costa preferiu não comentar o resultado. Hoje ele fez campanha na região metropolitana de Belo Horizonte. Por meio de sua assessoria, disse apenas estar contente. "Estou muito feliz. Vamos trabalhar mais. O senador também não quis comentar o empate técnico dos candidatos à Presidência, no qual José Serra (PSDB) aparece com 37% das intenções de voto e Dilma Rousseff (PT), com 36%.

Anastasia passou o dia em campanha pelo interior do Estado, em visita às cidades de Nanuque e Diamantina. A pesquisa foi comentada pelo presidente do diretório do PSDB em Minas, deputado Nárcio Rodrigues. De Brasília, ele disse que o partido recebeu resultado de "forma natural, pois se trata de uma candidatura nova". Confiante, afirmou que "o quadro é extremamente favorável", já que o adversário "disputou o governo de Minas por duas vezes, portanto seu grau de conhecimento do Estado é total".

"Nosso candidato tem como principal adversário o desconhecimento em torno de sua figura", disse. Questionado sobre o fato de Anastasia estar no governo de Minas como vice há quatro anos, ele afirma que a imagem de governo que o mineiro tinha era a de Aécio Neves, que deixou o cargo para disputar as eleições. "Anastasia sempre cumpriu papel executivo e operacional e não político", explicou. Em Minas, o Datafolha ouviu 1.269 pessoas de 20 a 23 de julho, em 52 municípios. A margem de erro é de três pontos percentuais.

Mais conteúdo sobre:
eleiçãopesquisaDatafolhaMG

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.