Candidatos em Curitiba repetem primeiro programa na TV

Quatro dos oito preferiram repetir nesta 6ª, no horário eleitoral, mesma propaganda apresentada da quarta

EVANDRO FADEL, Agencia Estado

22 de agosto de 2008 | 16h28

Dos oito candidatos a prefeito de Curitiba, quatro preferiram repetir nesta sexta-feira, 22, no horário eleitoral da tarde, praticamente a mesma propaganda apresentada na quarta-feira, em que a tônica foi a apresentação do perfil familiar e ideológico dos candidatos. Entre eles está a da coligação "Curitiba Para Todos" (PT/PHS/PSC/PTC/PRB/PMN), Gleisi Hoffmann, que reprisou os depoimentos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e do ministro do Planejamento, Paulo Bernardo.Dos principais, o candidato à reeleição da pasta, Beto Richa, da coligação "Curitiba O Trabalho Continua" (PSDB/PDT/PPS/PSB/DEM/PSL/PTN/PP/PR/PRP/PSDC), e o candidato do PMDB, Carlos Moreira Júnior, inovaram. A estrela do programa de Richa foi sua mulher, Fernanda, que comandava a Fundação de Ação Social (FAS), antes de pedir a exoneração para se dedicar à campanha. Ela falou do trabalho de assistência social e apresentou algumas propostas. A mulher do prefeito também comandou uma entrevista com ele e reapresentou sua família. O programa de Moreira Jr. também seguiu o esquema de entrevista. O candidato foi inquirido por uma apresentadora, que falou de sua administração como reitor da Universidade Federal do Paraná e colocou familiares para exaltá-lo. Moreira, que é oftalmologista, emocionou-se ao reencontrar um paciente. O candidato da coligação da "Frente de Esquerda" (PSOL/PCB/PSTU), Bruno Meirinho, ganhou o apoio do ex-deputado federal por São Paulo, Plínio de Arruda Sampaio (PSOL). "Ele vai dizer coisas para você e você vai dizer: ''Mas como? Isso é possível?'' É possível, pense nelas, você vai verificar que elas representam coisas muito justas e muito razoáveis, muito corretas", afirmou. O candidato do PV, Maurício Furtado, optou por exaltar a prática política. Já os programas de Fábio Camargo, da coligação "Uma Só Curitiba" (PTB/PRTB), de Ricardo Gomyde (PC do B) e de Lauro Rodrigues (PT do B) não tiveram muitas alterações.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesPRCuritiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.