Candidatos do PSDB ao governo de SP descartam disputa com Serra

Três de quatro pré-candidatos a governador de São Paulo pelo PSDB descartam a hipótese de disputar o cargo com o prefeito José Serra. Durante debate realizado neste domingo pelo diretório municipal, o vereador José Aníbal, o secretário municipal Aloysio Nunes e o deputado federal Alberto Goldman disseram que Serra é pré-candidato à Presidência da República e não ao governo estadual. A possibilidade de Serra disputar o governo paulista chegou a ser cogitado, caso Alckmin fosse escolhido como pré-candidato do partido à Presidência.O ex-ministro Paulo Renato de Souza, o quarto pré-candidato ao pleito estadual pelo partido, acredita que Serra pode disputar o governo paulista, embora não acredite na hipótese. Ele acrescentou que sairia da disputa se o prefeito for candidato. O ex-ministro considera que tem tido bom desempenho nas pesquisas já que está fora da vida pública há três anos, ao contrário dos demais concorrentes. "Temos tradição de virar eleições a partir de resultados iniciais baixos"."A escolha para o governo paulista sairá dos quatro candidatos já postos. Desconheço outras possibilidades. A realidade é esta", afirma José Aníbal. Goldman é mais enfático nesta avaliação. "Sei que Serra pode vir a ser candidato a presidente, não a governador. Não está em cogitação a possibilidade de ele ser candidato a governador", disse. Aloysio Nunes corrobora a posição dos dois.A definição do nome escolhido para a disputa ao governo paulista sai até 15 de abril. O candidato do partido à Presidência será anunciado nesta terça-feira. Os tucanos ainda não definiram como será o processo de escolha do nome do candidato a governador já que o foco do momento está na disputa entre José Serra e Geraldo Alckmin pela candidatura à Presidência. Aníbal considera que o ideal é que a definição de um nome seja por entendimento, mas ele não descarta a realização de prévias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.