Candidato, Skaf aparece em propaganda de R$ 8 mi

Assessoria de imprensa da Fiesp diz não haver relação entre movimentações políticas e os comerciais

AE, Agência Estado

09 de setembro de 2009 | 10h02

Um dos nomes que articulam sua candidatura ao Palácio dos Bandeirantes no ano que vem, o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, tem aparecido em comerciais de entidades ligadas à Federação das Indústrias de São Paulo, promovendo temas caros à gestão estadual, como educação. Os filmes custaram cerca de R$ 8 milhões e fazem parte de campanha de promoção do Sesi/Senai, iniciada no final de 2008, já com Skaf como apresentador. Ele quer disputar o Palácio dos Bandeirantes. Tentou o PSB, mas a cúpula do partido, no entanto, prefere que o deputado Ciro Gomes represente a legenda na disputa. Ciro quer disputar a Presidência. Ultimamente, Skaf tem conversado com PMDB e PV, mas por enquanto não está filiado.

A terceira fase da campanha de promoção do Sesi/Senai começou na sexta-feira e deve se estender até o dia 15 de setembro. Em um comercial de 30 segundos, transmitido em horário nobre na televisão, Skaf fala que o Sesi São Paulo é hoje "o maior sistema de educação básica do Brasil". "Hoje o Sesi São Paulo mantém mais de 100 mil alunos, muitos em tempo integral em unidades modernas, com educação de qualidade, alimentação adequada, atividades esportivas e culturais", afirma Skaf, no comercial do Sesi (Serviço Social da Indústria).

Por ser presidente da Fiesp, Skaf acumula também a função de presidente do conselho regional do Sesi, estruturado nos Estados para prestar assistência social a trabalhadores da indústria. Os recursos do Sesi vêm de contribuições mensais recolhidas compulsoriamente das indústrias. Além da campanha do Sesi, Skaf também apresentou filmetes do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) em 2008. A campanha, veiculada no Estado de São Paulo, é feita pela agência Ogilvy e será exibida em ônibus e metrô.

A assessoria de imprensa da Fiesp diz não haver relação entre movimentações políticas e os comerciais. "Esta não é uma campanha isolada. Faz parte de um processo de resgatar e fortalecer a imagem do Sesi e do Senai como instituições prestadoras de serviço à população. O objetivo é comunicar 12O mil matrículas, transformação das velhas escolas em novas escolas modernas e o recorde alcançado até agora de 1,2 milhão matrículas fortalecendo o Senai SP como referência nacional na formação de mão de obra qualificada." Em outubro, a campanha será com Giovane Gávio, ex-jogador de vôlei, que falará sobre esporte.

"Eu acho que é algo absolutamente natural. É uma prática que o mundo corporativo já adota. Não é por causa de uma questão que nem foi confirmada que ele não poderá fazer divulgação do sistema em São Paulo", disse Armando Monteiro Neto, presidente da Confederação Nacional da Indústria. No final de agosto, o Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), do qual Skaf também é presidente, conseguiu aprovar modificações em seu estatuto, permitindo que presidente e diretores possam disputar eleições sem se licenciar das funções. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.