Candidato do PSB em Fortaleza é punido pela Justiça

Na véspera do segundo turno das eleições para a Prefeitura de Fortaleza, o candidato do PT, Elmano de Freitas, obteve mais uma vitória na Justiça Eleitoral. A campanha do candidato do PSB, Roberto Cláudio, foi obrigada a retirar do ar propaganda em que exibia declaração antiga da prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, afirmando que elegeria "até um poste" como seu sucessor. A Justiça deu direito de resposta à prefeita, com 15 inserções de um minuto cada, que serão veiculadas ao longo do dia deste sábado.

EUGÊNIA LOPES, Agência Estado

27 de outubro de 2012 | 15h05

Há dois dias, a Justiça Eleitoral já havia proibido a campanha de Roberto Cláudio de associar sua imagem à do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à da presidente Dilma Rousseff.

Empatados nas pesquisas de intenção de voto, Elmano e Roberto Cláudio travam um disputa apertadíssima. Não é à toa que acirraram os ânimos na reta final da campanha. No debate de sexta-feira (26) à noite, veiculado pela TV Verdes Mares, afiliada da TV Globo, os dois candidatos trocaram duras acusações.

Aliados até junho, Elmano e Roberto Cláudio criticaram os governos, principalmente nas áreas de educação, saúde e segurança, de seus respectivos padrinhos políticos. Elmano é apoiado por Luizianne, enquanto Cláudio tem o apoio dos irmãos Ferreira Gomes (o governador do Ceará, Cid Gomes, e o ex-ministro Ciro Gomes).

Ao acusar Roberto Cláudio de representar uma oligarquia, que comanda o Ceará há vários anos, Elmano tentou vincular o candidato do PSB a José Serra, derrotado à presidência da República, em 2010, e atual candidato a prefeito de São Paulo.

"Esse seu discurso é fácil, o mesmo utilizado contra Dilma pelo Serra em 2010", disse Elmano, que acusou o socialista de "faltar com a verdade" durante todo o debate. Cláudio, por sua vez, atacou a gestão de Elmano à frente da secretaria de Educação de Fortaleza. Afirmou ainda que a candidatura de Elmano foi "tirada do bolso do colete" da prefeita.

O fato é que o segundo turno das eleições de Fortaleza se transformou em um verdadeiro "duelo de postes". Nenhum dos dois candidatos era conhecido antes das eleições. Ex-secretário de Educação de Fortaleza, Elmano nunca disputou mandato eletivo e teve sua candidatura turbinada com a ajuda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidente Dilma Rousseff, desde o primeiro turno das eleições.

No segundo turno, Lula foi pessoalmente a Fortaleza, na terça-feira (23), onde participou de um megacomício, arrastando cerca de 50 mil para o centro da cidade. Deputado estadual com dois mandatos, Roberto Cláudio é um pouco mais conhecido do eleitorado de Fortaleza, mas também precisou dos padrinhos políticos para alavancar sua candidatura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.