Candidato desautoriza Virgílio a enviar programa no AM

O candidato ao governo do Estado do Amazonas na coligação PPS-PSDB-PV, Hissa Abrahão, enviou ofício na última sexta-feira, 17, ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) desautorizando a produtora do programa de televisão e rádio do senador Artur Virgílio de enviar gravações em seu nome para serem veiculadas no horário eleitoral gratuito.

LIEGE ALBUQUERQUE, Agência Estado

20 de setembro de 2010 | 18h33

Segundo o ofício, o senador teria usado o tempo do candidato ao governo com seu programa e com outros candidatos. Hissa envia o nome e CPF de Anderson Carvalho Falcão como "único autorizado a enviar propaganda eleitoral ao TRE em seu nome". A reportagem procurou o candidato para comentar sobre o ofício, mas não obteve resposta. O coordenador de marketing da campanha de Virgílio, Valdo Garcia, disse que o que houve foi um "mal entendido e que o problema já foi solucionado".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.