Candidato a vice-prefeito de Cariús, no Ceará, é vítima de atentado

O estado de saúde dele é estável; dois homens em uma moto dispararam contra o político quando este viajava em seu carro particular

Carmen Pompeu, especial para O Estado, O Estado de S. Paulo

23 de agosto de 2016 | 12h18

FORTALEZA - O advogado Lourenço Oliver Sales, de 52 anos, candidato a vice-prefeito de Cariús, cidade do interior do Ceará, pela coligação PT-PT do B, sofreu um atentado, na manhã desta segunda-feira, 22. Ele viajava sozinho em seu carro particular por volta das 9h30 quando foi abordado, na localidade de Cachoeira dos Pintos, por dois homens em uma moto que dispararam contra o político.

Lourenço foi atingido no rosto, no ombro direito e na perna. De acordo com informações fornecidas por parentes, ele está consciente e deverá ser submetido a uma cirurgia nesta terça, 23. A família acredita que o crime tenha conotação política. A polícia, entretanto, informa que está apurando o caso e que ainda não é possível afirmar qual seria a real motivação. 

Lourenço foi levado para o Hospital de Iguatu, onde recebeu os primeiros socorros, e, em seguida, foi transferido, sob escolta policial, para o Hospital Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte, onde permanece internado. O estado de saúde dele é estável.

O carro da vítima foi levado para a Delegacia Regional de Iguatu, onde passará por perícia. Até o momento, ninguém foi preso. A Polícia Civil iniciou as investigações. Mas a delegada Patrícia Sena disse que não poderia adiantar nenhuma informação para não atrapalhar o trabalho dos inspetores.

Cinco candidatos disputam a eleição no município: José Fernandes (PSDB),  Nizo Costa (PMB), Ana Maria Antunes (PCdoB), Francisco José (PT) e Luis do Cachimbo (Psol).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.