Candidatas a Miss Universo transformam Quito em uma festa

A festa começou ontem: 12 carros alegóricos com as 83 candidatas a Miss Universo tornaram mais radiante, na opinião de espectadores, um domingo de sol aberto no centro colonial de Quito.O cortejo, de quase dois quilômetros, deslocou-se pelas ruas estreitas do centro da capital, onde se assentam edificações imponentes, famosas por sua arquitetura colonial, que lhe valeu o tombamento como patrimônio cultural da humanidade pela Unesco.O desfile em carros foi um dos numerosos atos oficiais programados pela organização do concurso, antes da eleição da rainha mundial da beleza, em 1º de junho, num centro de convenções próximo de Quito.A nuvens da manhã deram lugar ao sol e o desfile realizou-se numa temperatura amena. Como abre-alas, o carro com um grande pássaro amarelo, que levava a Miss Universo 2003, a dominicana Amelia Veja, toda beijos e acenos.A multidão se acotovelou nas calçadas desde cedo, para ver mais de perto as beldades. Os atrasados tiveram de espremer-se em ruas laterais para pelo menos uma espiada.?São mais bonitas do que na televisão? assombrava-se Luís,um sorveteiro que não só desfrutou do espetáculo mas garantiu bom faturamento com as vendas de seu produto.Entre flores gigantesca e um imponente tigre, sobressaiam-se as candidatas do Canadá, Austrália, Bahamas e Bélgica, que também garantiram lembranças: fotografavam tudo e todos com câmeras digitais.Na véspera, as candidatas participaram de uma apresentação similar no porto de Guayaquil, a segunda cidade do país, a 270 quilômetros a sudoeste de Quito. A próxima apresentação das misses será amanhã, quando se escolherá o mais belo traje típico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.