Campos reúne bancada para defender divisão de royalties

Três dias depois de o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), jantar com os deputados federais cariocas em defesa da manutenção dos royalties do pré-sal para os Estados produtores - Rio, São Paulo e Espírito Santo - o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), se reuniu hoje com a bancada federal pernambucana no Palácio do Campo das Princesas para discutir a divisão igualitária dos recursos do pré-sal para todos os Estados.

ANGELA LACERDA, Agencia Estado

10 de setembro de 2009 | 19h27

"É oportuno este enfrentamento", afirmou o único oposicionista presente ao encontro, deputado federal Raul Henry (PMDB), ao defender, usando a mesma linguagem do governador, a distribuição igualitária dos recursos do pré-sal. A bancada propõe a destinação exclusiva dos recursos para saúde, educação, ciência e tecnologia e infraestrutura.

Segundo Campos, a bancada "vai trabalhar de forma articulada", e terá reuniões durante a próxima semana, em Brasília, contando com o apoio técnico oferecido pelo governo pernambucano para a elaboração das emendas que devem ser apresentadas até a próxima semana na Câmara.

O deputado federal Maurício Rands (PT) adiantou estar em andamento a mobilização da bancada nordestina para apresentação de emendas coletivas, o que dará mais força à bandeira empunhada pelo governador pernambucano.

Dos 25 deputados federais pernambucanos, apenas 13 estiveram presentes ao encontro. Os ausentes, no entanto, se justificaram e garantiram apoiar a mesma tese. "Não é possível que se permita que o Brasil incremente a concentração de riquezas e as desigualdades regionais", afirmou Henry.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.