Campos reúne aliados em convenção no DF

Em pleno dia de jogo da seleção brasileira na Copa do Mundo, o PSB oficializa nesta manhã a candidatura de Eduardo Campos à Presidência da República. Militantes do partido, da Rede Sustentabilidade e das siglas aliadas que compõem a aliança lotam neste momento um centro de convenções em Brasília. Campos é o último dos presidenciáveis a oficializar sua candidatura.

DAIENE CARDOSO, JOÃO DOMINGOS, ISADORA PERON E FÁBIO BRANDT, Agência Estado

28 Junho 2014 | 10h26

Com o slogan "Coragem para mudar o Brasil", Campos se lança à disputa presidencial como terceira via em oposição ao tucano Aécio Neves e à presidente Dilma Rousseff. A chapa "Unidos pelo Brasil" reúne, além do partido de Campos, a Rede da vice Marina Silva, o PPS, além dos nanicos PPL, PRP e PHS. A expectativa é de que os representantes dos partidos aliados discursem na convenção.

Ao chegar no evento, os convencionais foram recebidos ao som do jingle da campanha, cujo refrão diz: "Coragem para mudar o Brasil, eu vou com Eduardo e Marina". Boa parte dos militantes veste camiseta verde e amarela, cores predominantes das peças escolhidas para a campanha presidencial.

A expectativa é de que o evento, realizado em conjunto com a convenção do PPS, termine antes das 13h, horário do início da partida entre Brasil e Chile pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

Mais conteúdo sobre:
ELEIÇÕESCAMPOSCONVENÇÃO PSB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.