Campos diz que não interferirá na eleição à presidência da Câmara

'Sei que esse tipo de interferência não agrada os parlamentares', afirmou o governador de PE

Monica Bernardes, O Estado de S. Paulo

17 de janeiro de 2013 | 19h17

RECIFE - O governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, teve um encontro reservado na tarde desta quinta-feira, 18, com o deputado federal Júlio Delgado (PSB-MG), candidato à presidência da Câmara por indicação da bancada socialista. Ao lado de Delgado, também estiveram presentes diversos parlamentares socialistas, entre os quais Sandra Rosendo (RN), Gonzaga Patriota (PE), Fernando Bezerra Coelho Filho (PE) e Valterni Pereira (MT).

Delgado não obteve o apoio formal do governador. "Eu disse a ele que não vou interferir no processo. Já fui deputado, sei que esse tipo de interferência não agrada os parlamentares", afirmou Eduardo Campos. Após encontro reservado, na sede do governo, Delgado acompanhou o governador pernambucano em evento administrativo.

Apesar de não contar com o apoio da bancada pernambucana, que deve fechar com Henrique Eduardo Alves (PMDB), o deputado avaliou o encontro como positivo. "Estou extremamente satisfeito pela forma como fui recebido pelo governador", disse sem apresentar mais detalhes sobre as propostas de sua candidatura. De Recife, Júlio Delgado seguiu para a Paraíba, governada pelo também socialista Ricardo Coutinho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.