Imagem João Domingos
Colunista
João Domingos
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Campos diz que está 'errado' inibir criação de partidos

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos disse nesta terça-feira que o PSB vai se posicionar claramente contra a inibição a novos partidos, visto que um projeto de lei do PMDB, com o apoio do PT e do governo, visa a proibir o acesso de novas legendas ao fundo partidário e ao tempo de TV.

JOÃO DOMINGOS, Agência Estado

16 Abril 2013 | 17h22

"Foi dada a possibilidade para novos partidos e surgiu o PSD. E agora, se querem limitar o nascimento de outros, tirando o direito a tempo de televisão e ao fundo partidário, está errado. Que o façam para a próxima legislatura. Mas agora seria um casuísmo, uma agressão. Há partidos surgindo e tentando coletar o número de assinaturas, já com parlamentares que desejam efetivamente tomar essa direção em torno da liderança, por exemplo, da senadora Marina Silva, que tem expressão no pensamento brasileiro e no pensamento global. Não vejo porque não deixar que se organize, para que se faça o debate sobre o futuro do País".

Possível candidato à sucessão da presidente Dilma Rousseff pelo PSB, Campos tem dito que ''é possível fazer mais''. Numa festa do PT na segunda-feira, 15, em Belo Horizonte, o ex-ministro José Dirceu disse que Campos deveria usar o slogan como carapuça e fazer mais por Pernambuco. Ele respondeu: "Não é de hoje que divirjo do José Dirceu".

Mais conteúdo sobre:
Novos partidos Eduardo Campos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.