Campos deixa Planalto após comunicar saída do governo

O presidente nacional do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, entregou à presidente Dilma Rousseff, na tarde desta quarta-feira, 18, uma carta aprovada pela Executiva Nacional onde a sigla devolve todos os cargos que ocupa no Executivo. Campos não falou com os jornalistas na saída do Palácio do Planalto.

DAIENE CARDOSO E TÂNIA MONTEIRO, Agência Estado

18 de setembro de 2013 | 17h26

Sem almoçar, o governador foi sozinho para o encontro. Segundo o Palácio do Planalto, a reunião durou pouco menos de uma hora.

A expectativa é que Campos almoce ainda nesta quarta com dirigentes do PSB, que aguardavam o final do encontro na sede do Diretório Nacional, e mais tarde faça reuniões com dirigentes de outros partidos. Nesta terça-feira, 17, o governador esteve com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi.

Mais conteúdo sobre:
PSBsaídagoverno

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.