Campos assina decreto para detalhar viagens oficiais

Um dia depois de a oposição da Assembleia Legislativa anunciar que irá investigar os gastos do governo de Pernambuco com voos fretados, o governador Eduardo Campos (PSB) assinou nesta terça-feira decreto instituindo a obrigação de divulgação dos dados relativos a viagens aéreas custeadas pelo Estado.

ANGELA LACERDA, Agência Estado

16 de julho de 2013 | 18h54

A partir de primeiro de agosto, o Portal da Transparência estadual vai informar os nomes dos passageiros, destinos e motivação das viagens feitas pelo governador, secretários, dirigentes de órgãos e empresas públicas e por qualquer servidor público. De acordo com dados do Portal, o governo gastou R$ 5,17 milhões com deslocamentos em aviões e helicópteros fretados de janeiro de 2012 a junho de 2013.

"Foi o nosso governo que criou o Portal da Transparência e colocou na internet as despesas públicas para que a sociedade possa consultá-las, atendendo cobrança que era feita há décadas", afirmou Campos. "Nós fomos também o primeiro Estado do Brasil a regulamentar a Lei de Acesso à Informação e agora, com esse decreto, além dos números, o portal passará a colocar o destino, os horários e as pessoas que entrarem nesses aviões". Segundo ele, esta é uma forma de aperfeiçoar o Portal da Transparência.

Ele reafirmou que todas as viagens foram a trabalho. "Nenhuma foi por ação partidária ou política, porque quando me desloco com essa finalidade todo o custeio é pago pelo meu partido", assegurou. "Se em alguma viagem eu vou a serviço e por acaso tem uma agenda que faça parte de uma agenda partidária ou política, eu faço questão que essa viagem não seja custeada pelo Estado de Pernambuco". Ele disse já ter feito várias dessas viagens pagas pelo PSB.

Campos lembrou que há cerca de 20 anos Pernambuco decidiu vender os três aviões que tinha e fazer locação dos serviços quando necessário. Na sua avaliação, os gastos de Pernambuco com os deslocamentos estão abaixo da média dos outros Estados até menores geograficamente e do ponto de vista de expressão econômica. Ele disse receber com naturalidade as sugestões para aperfeiçoar o portal.

Tudo o que sabemos sobre:
Eduardo Camposviagensdecretos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.