Campinas terá controle de ondas emitidas por rádio, TV e celular

Um sistema de monitoramento de radiação de ondas emitidas por antenas de telefonia celular, de emissoras de rádio e de televisão está sendo desenvolvido por pesquisadores da Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPQD) de Campinas. O projeto pretende verificar se as emissões estão adequadas aos índices normatizados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Segundo o diretor de laboratórios e infra-estrutura do CPQD Campinas, Sebastião Sahão Júnior, depois de concluído, o sistema permitirá que os moradores chequem, pela internet, os níveis de radiação das ondas eletromagnéticas na sua rua. "Eles poderão verificar se os níveis estão dentro das normas e avisar os órgãos responsáveis caso não estejam", comentou. A previsão é de que o projeto esteja concluído no final deste ano.Sahão Júnior lembrou que ainda não há estudos conclusivos sobre o efeito, a médio e longo prazos, da radiação de ondas eletromagnéticas sobre o corpo humano. Nem mesmo sobre o que o efeito térmico provocado por essas ondas pode causar às pessoas. Mas adiantou que o CPQD Campinas criou uma parceria com o Centro de Atendimento Integral à Saúde da Mulher (Caism) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) para desenvolver uma pesquisa sobre o tema.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.