Campanha quer vacinar cerca de 100 mil índios até 23 de maio

Este ano, o foco são 19 mil crianças de até 4 anos de idade, mulheres em idade fértil e idosos

Agência Brasil

22 de abril de 2008 | 16h59

A Fundação Nacional de Saúde ( Funasa) pretende vacinar cerca de 100 mil índios, dos 25 estados que têm população indígena, até o dia 23 de maio. A campanha Mês da Vacinação dos Povos Indígenas 2008 e a Semana da Vacinação nas Américas começaram no último sábado. Este ano, o foco são 19 mil crianças de até 4 anos de idade, mulheres em idade fértil e idosos. A campanha teve início no Vale do Javari (AM), região onde a incidência de doenças como hepatite é alta entre os povos indígenas. "Nós resolvemos começar a campanha por lá, para chamar a atenção da população em geral sobre o problema que é restrito ao Vale do Javari", explicou o presidente da Funasa, Francisco Danilo Bastos Forte. De acordo com Forte, cerca de 60 profissionais da área de saúde indígena estão dando assistência às comunidades que moram no Vale do Javari, com o suporte do navio hospital Oswaldo Cruz no pólo-base São Luiz, perto do município amazonense de Tabatinga. No Vale do Javari, os profissionais estão fazendo um levantamento da situação de todos os indígenas que vivem no local.  "Com isso, a gente pode ter uma definição clara com relação à distribuição de medicação, acompanhamento especial e, caso seja necessário, realizar até internação no hospital", destacou. Segundo o presidente da Funasa, em 2007 a meta era imunizar 56 mil índios em todo o país. Desse total, 83% foram vacinados. Ele acredita que, com o aumento que a estrutura da operação, os resultados serão melhores este ano.

Tudo o que sabemos sobre:
Funasavacinaçãocampanhaíndios

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.