Campanha orienta turistas sobre trânsito no Brasil

Começa amanhã uma campanha para orientar os turistas de língua espanhola sobre as regras brasileiras de trânsito. O objetivo é reduzir o número de acidentes nas rodovias, que aumentam no verão com a chegada dos turistas da Argentina, do Uruguai, Paraguai e Chile. A campanha se concentrará nos estados do Sul do País, principalmente nas fronteiras, e vai até 17 de março.A campanha "Viaje bien. La vida está en sus manos" trará mensagens em português e em espanhol. Os turistas receberão nos postos de fronteira uma cartilha em espanhol com o resumo das normas do Código de Trânsito Brasileiro, além de mapas, telefones úteis, adesivos e postais com frases sobre a segurança no trânsito. As crianças receberão uma revista em quadrinhos em espanhol com noções de trânsito.O governo estima que 1,36 milhão de turistas passarão as férias de verão nos estados do Sul. Cerca de 95% virá da Argentina e nove entre dez chegarão ao Brasil de carro. A campanha terá ainda painéis nos principais pontos de entrada dos turistas: as cidades de Chuí, Santana do Livramento, Uruguaiana, São Borja, no RS, Dionísio Cerqueira (SC) e Foz do Iguaçu (PR). Também serão mantidas ao longo das estradas as placas com mensagens em espanhol instaladas no verão passado. O material será encaminhado às embaixadas do Brasil nos países do Mercosul, às agências de viagens e transportadoras de passageiros.De acordo com o anuário estatístico da Embratur, o número de turistas do Mercosul no Brasil deverá subir 54,37% neste verão, se comparado com o fluxo de turistas do verão 1998/1999, quando 881 mil pessoas passaram férias na região Sul.Acidentes - De acordo com o Ministério dos Transportes, o índice de acidentes aumenta nessa época não só pelo crescimento do fluxo de veículos, mas principalmente pela falta de conhecimento pelos estrangeiros sobre as normas brasileiras de trânsito, associada à dificuldade de punição das infrações.Atribui-se à campanha do ano passado a queda no número de acidentes. Segundo o Departamento de Polícia Rodoviária Federal, no verão de 1999/2000 foram registrados 9.189 acidentes com 477 mortes. No verão passado o número de acidentes caiu para 8.683, com 378 mortes.Estão envolvidos na campanha os governos do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, os ministérios dos Transportes e da Justiça, o Departamento Nacional de Estradas e Rodagem (DNER) e a Polícia Rodoviária Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.