Campanha de vacinação terá 2 semanas para evitar filas

A Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite (paralisia infantil), o sarampo, a rubéola e a caxumba vai durar duas semanas para evitar filas nos postos de saúde. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Humberto Costa, que acrescentou: "Como a vacina do sarampo não é apenas uma gotinha, mas uma injeção, sua administração demora um pouco mais. Fazer a campanha em um único dia significaria que teríamos filas enormes e até mesmo deixaríamos de vacinar uma parcela expressiva da população." Todas as unidades onde haverá vacinação estarão abertas a partir de sábado, até o dia 3 de setembro. As crianças de até cinco anos deverão ser imunizadas. Segundo Humberto Costa, a expectativa do Ministério da Saúde é muito positiva. "O Brasil, já há alguns anos, não tem casos internos de sarampo. Manter as crianças vacinadas é a garantia de que nós vamos poder erradicar o sarampo num curto espaço de tempo", afirmou. As informações são da Radiobrás.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.