Campanha de Serra deixa dívida de R$ 5,9 milhões

A prestação de contas do comitê de campanha do candidato derrotado à sucessão presidencial, senador José Serra, indica uma dívida de R$ 5,9 milhões que deverá ser assumida pelo PSDB. Conforme a prestação de contas apresentada ao TSE pelo deputado Márcio Fortes, o comitê de campanha arrecadou R$ 28,540 milhões e gastou R$ 34,493 milhões. Márcio Fortes disse não saber como o partido vai encontrar dinheiro para pagar a dívida.Os maiores gastos foram com produção audiovisual, serviços terceirizados e cachês de artistas. Os maiores doadores foram Votorantin, Sodepa e Itaú. O maior doador individual foi o empresário carioca Antonio José de Almeida Carneiro, com R$ 1 milhão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.