Câmara vota na quarta a PEC das MPs

A pauta do plenário da Câmara da próxima semana - última antes do recesso parlamentar de julho - foi reduzida a apenas duas deliberações.Na quarta-feira, deverá ser votada em segundo turno a proposta de emenda constitucional (PEC) que restringe o uso de medidas provisórias (MPs), e podem ser eleitos os deputados que vão compor a Comissão Representativa do Congresso, que estará de plantão durante o recesso.O governo pretendia votar na última semana do semestre legislativo pelo menos mais três projetos: o da previdência complementar do servidor público, o da reestruturação do setor elétrico e o que trata do direito de revista nas ações do Tribunal Superior do Trabalho (TST).Entretanto, essas votações tiveram de ser adiadas por dois motivos: 1) a sessão deliberativa da Câmara de terça-feira foi suspensa para dar lugar à sessão conjunta das duas Casas do Congresso que apreciará o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2002, e 2) o presidente da Câmara, Aécio Neves (PSDB-MG), estará impedido de presidir as sessões porque assumirá, interinamente, a Presidência da República entre terça e quinta-feira, quando o presidente Fernando Henrique Cardoso e o vice-presidente, Marco Maciel, estarão na Bolívia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.