Câmara vota hoje MP do trabalho aos domingos, diz Chinaglia

Medida provisória será votada novamente na Câmara após alteração no Senado sobre regulamentação das folgas

Eugênia Lopes,

20 de novembro de 2007 | 16h37

Depois de reunir-se com os líderes partidários, o presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-S), informou que deverá ser votada nesta terça-feira, 20, a medida provisória (MP) que regulamenta o trabalho aos domingos. "Não há acordo. Depende das bancadas. Elas estão divididas", explicou Chinaglia.  A medida provisória já foi aprovada uma vez pela Câmara, mas, como foi alterada no Senado - que acrescentou um artigo estabelecendo que as folgas de quem trabalha aos domingos têm que ser endossadas pelas convenções coletivas de cada categoria -, terá que ser votada novamente pelos deputados.  A matéria que vem a seguir na lista de votações da Câmara é a medida provisória que amplia o prazo para o registro de armas de fogo, mas, provavelmente, não será votada nesta terça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.