Câmara vai analisar urnas eletrônicas

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara decidiu criar uma subcomissão para averiguar a possibilidade de fraude nas eleições que utilizam urnas eletrônicas. A subcomissão foi criada a pedido do deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) que, diante dos acontecimentos envolvendo a violação de voto secreto de senadores, está preocupado com as eleições do ano que vem, que deverão utilizar o voto eletrônico em praticamente todo o território nacional. "A urna eletrônica é um inegável avanço, mas não pode haver qualquer dúvida sobre a possibilidade de fraude, principalmente agora, quando se percebe que o sistema de votação eletrônica do Senado Federal é tão vulnerável, como foi apontado pela perícia dos técnicos da Unicamp", disse Serraglio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.