Câmara retoma trabalhos e Chinaglia diz não aceitar faltas

Ele diz, no entanto, que ausências de deputados candidatos ao segundo turno poderão ser avaliados

Agência Brasil

07 de outubro de 2008 | 15h09

O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia  (PT-SP), mandou nesta terça-feira, 7,  um recado para os parlamentares que se ausentarem dos trabalhos durante a campanha eleitoral de segundo turno. "Já está todo mundo avisado: o trabalho vai ser normal e começa hoje", disse. Chinaglia comentou que ausências de deputados que também são candidatos e concorrem ao segundo turno poderão ser avaliados. "Mas, para os demais, o trabalho é normal", disse. Apenas 14 dos 92 deputados que disputavam prefeituras candidatos atingiram o segundo turno. Mesmo assim, a maioria trabalha em suas bases eleitorais. O segundo turno será realizado em 26 de outubro.

Tudo o que sabemos sobre:
CâmaraArlindo Chinaglia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.