Câmara responde a ação por aumento de verbas de gabinete

A Mesa da Câmara foi notificada, nesta quinta-feira, a apresentar defesa em uma ação popular movida com objetivo de provocar a suspensão do reajuste concedido na verba de gabinete dos deputados federais, em 16 de março de 2005. A notificação foi entregue por um oficial de Justiça ao 4º secretário da Mesa, João Caldas (PL-AL). A ação, proposta por um cidadão alagoano, corre na 7ª Vara da Justiça Federal em Alagoas. Em março do ano passado, o então presidente da Câmara, Severino Cavalcanti (PP-PE), elevou de R$ 35.355,00 para R$ 44.187,00 a verba de gabinete dos deputados. Com a ação, seu autor quer provocar o corte desse reajuste.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.