Câmara reduz deságio em reposição do FGTS

O plenário da Câmara aprovou uma emenda ao projeto de lei complementar que disciplina o parcelamento da reposição das perdas do FGTS com os Planos Verão e Collor l , reduzindo o deságio da parcela entre R$ 2.000,01 e R$ 8.000,00. A votação tornou-se possível graças a um acordo entre os líderes da oposição e do governo. O projeto original estabelece que a parcela que os trabalhadores têm a receber, entre R$ 2.001,00 e R$ 5.000,00, terá deságio de 10% e, na faixa entre R$ 5.001,00 e R$ 8.000,00, de 15%. Pela emenda da oposição acatada pelo governo, o deságio dessas parcelas ficará reduzido para 8% e 12%, respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.