Câmara quer votar leis para mulheres

A Câmara quer votar, nesta semana, quando ocorre o Dia Internacional da Mulher, projetos de interesse das mulheres. Entre eles, estão o PL 59 que estende à mãe adotiva os direitos da mãe biológica; o que determina aos fabricantes de bebidas colocar nos rótulos advertência às grávidas e o que regulamenta direitos das empregadas. O problema é que a pauta está trancada por duas medidas provisórias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.