Câmara quer eliminar verba indenizatória

Eleito na manhã de ontem, o novo presidente da Câmara Municipal de Salvador, Alfredo Mangueira (PMDB), anunciou que a sua primeira proposta será a de extinção da verba indenizatória. O benefício, de R$ 7 mil mensais por vereador, serve para custear gastos no exercício do mandato, como aluguel de veículos, e foi considerado irregular pelo Tribunal de Contas e pelo Ministério Público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.