Câmara prepara CPI da Merenda

A Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Câmara aprovou projeto de resolução que cria uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar a distribuição de merenda escolar no País. O autor da proposta é o deputado Professor Luizinho (PT-SP), que quer investigar denúncias de superfaturamento na compra de alimentos, a emissão de notas frias e informações falsas sobre nutrientes nas embalagens dos produtos. O projeto de resolução seguirá para as Comissões de Seguridade Social e de Constituição e Justiça. Se aprovado, não precisará ir a plenário. No ano passado, a Comissão de Educação realizou três audiências públicas com secretários de Educação, empresários do setor de alimentos e representantes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a partir de denúncias veiculadas nos meios de comunicação. "A CPI é necessária para ir atrás de documentos e quebrar sigilos fiscais, bancários e telefônicos", disse o Professor Luizinho. Ele não soube informar o valor dos desvios e prejuízos provocados pelas irregularidades. Segundo o deputado, os principais indícios de fraude foram verificados no Centro-Oeste e Nordeste.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.